Formspring

Clica aqui e pergunta-me qualquer coisa!

sábado, 11 de agosto de 2012

XILOMANCIA

(Adivinhação através das árvores)

      Xilomancia deriva do grego xulon (madeira) e manteia (profecia).
Xilomancia é portanto, a arte de presságios em que se interpretam a forma, os desenhos, os padrões formados, a textura da madeira, sob a forma de pedaços, gravetos, ramos caidos, cascas de árvore caidas no solo, etc.
      A xilomancia era praticada por druídas, algumas bruxas e feiticeiras e, nos dias de hoje tambem por alguns seguidores da religião neopagã Wicca .
      É também a posição dos troncos que ardem numa chaminé ou fogueira e a forma como ardem.
por exemplo, se um tronco cai de repente, isso significa que haverá uma surpresa em breve.


      Os videntes dos tempos bíblicos examinavam e interpretavam os desenhos formados sobre o solo por galhos, ramos e outros pedaços de árvore. 
      No início, só se usavam galhos que tivessem caído de forma natural. Num método posterior, os adivinhos retiravam metade da casca dos galhos e atiravam-nos sobre a terra, formando um desenho aleatório. Os galhos que caíssem com a face descascada para cima seriam interpretados.
      Na Grécia, quando se honrava um Deus ou uma Deusa, eram colocadas grinaldas feitas dos galhos da sua árvore sagrada sobre a mesma, que era então adorada.
      Mas cada espécie tem o seu significado, as suas virtudes e os seus poderes específicos. 
Aqui ficam alguns exemplos:

Salgueiro:
É uma árvore essencialmente romântica, tradicionalmente ligada aos males do coração. Basta usar um ramo para reconquistar um parceiro.


Sorveira:
Protecção contra Demónios.


Carvalho:
É uma árvore mágica por excelência. O conteúdo das bolotas é revelador, assim, uma aranha dentro de uma bolota anuncia a doença, ao passo que um verme é sinal de fortuna, e, uma mosca, de má notícia.


Mirto:
Quando floresce no jardim é uma promessa de casamento para um dos habitantes da casa.


Aveleira:
Tem poderes excepcionais. Basta formular um desejo com ramos de aveleira nos cabelos e será realizado.


Ácer:
Quando se coloca um bebé recém-nascido debaixo de um ácer, diz-se que essa criança irá ter grande longevidade.


Sabugueiro:
A sua madeira nunca deve ser queimada numa lareira, isso seria atrair a desgraça para dentro de casa.


Loureiro:
Quando atirado às chamas deve crepitar alegremente, anunciando então, a fortuna e o êxito. Se arder em silêncio torna-se presságio de insucesso e de aflição.


Macieira:
Se florescer fora da estação anuncia uma recrudescência de casamento e de nascimentos na região.



      Uma rapariga que deseje conhecer a identidade do futuro marido deve meter uma folha de freixo no sapato esquerdo. 
O primeiro homem que encontrar será o feliz eleito.

1 comentário: